7 dicas para otimizar o engajamento com seus vídeos

7 dicas para otimizar o engajamento com seus vídeos

7 dicas para otimizar o engajamento com seus vídeos

Um vídeo de gatinhos derrubando coisas, outro vídeo de cachorros brincando com bebês, uma piada, mais um vídeo de alguém tocando um violão e mais outro de alguém ensinando a fazer uma receita de bolo ou qualquer outro vídeo com um “faça você mesmo”. Essa é a sequência natural da timeline do Facebook de qualquer pessoa hoje em dia.

 

Os vídeos já são, inegavelmente, a mídia que tem as maiores taxas de compartilhamento no Facebook, superando imagens, links e textos. Para quem acompanha com atenção as redes sociais, ficou visível o crescimento da preferência pelos vídeos tanto nessa quanto em outras redes, como o Twitter. Nem precisamos falar do YouTube, não é mesmo?

 

Mesmo com todo esse sucesso, muitas empresas ainda não se dedicam a fazer um bom conteúdo para o Facebook. Quer saber como fazer o engajamento com seus vídeos crescer? Temos 7 dicas para você fazer isso acontecer. Confira quais são:

 

1 – Tamanho do Vídeo:

Vídeos mais curtos costumam funcionar melhor no Facebook. Você pode investir em vídeos mais longos para plataformas como o YouTube e mesmo assim aproveitar o conteúdo para o Facebook. Que tal transformar esse conteúdo em vários outros vídeos menores, tipo pílulas de conteúdo, para usar no Facebook? Por lá, vídeos com até dois minutos são os melhores!

 

2 – Use música!

Usar música como trilha de fundo para o seu vídeo faz com que ele tenha, em média, 25% mais de engajamento. É claro que essa música precisa ter a ver com o seu conteúdo e com a sua marca. Outra dica é não colocar a música muito alta, pois isso pode acabar afastando o seu público. Sabe quando você está navegando pelo Facebook bem tranquilo e dá o play em um vídeo com a música SUPER ALTA? É chato e raramente você se dá ao trabalho de baixar o volume para ver o vídeo. O mais natural é passar adiante sem ver o vídeo. Ou seja: esse é um dos pontos em que se perde uma visualização. É bom ficar atento!

 

3 – Capriche na miniatura!

Colocar uma imagem personalizada na miniatura do vídeo pode fazer toda a diferença nas suas taxas de engajamento. Lembre-se que, sempre que o vídeo não estiver tocando, é essa imagem que vai aparecer para as pessoas. Ou seja, é essa imagem que vai levar alguém a clicar no vídeo ou não. Capriche!

 

4 – Confie no poder do auto-play

Os números não mentem: em média, 90% dos usuários continuam a assistir um vídeo que começa automaticamente. Essa informação nos leva à próxima dica, que é crucial:

 

5 – Três segundos de ouro

Os três primeiros segundos de um vídeo são os frames de ouro: eles tem a responsabilidade de prender o usuário e fazê-lo sentir vontade de continuar assistindo até o final. É aqui que precisamos chamar atenção de forma certa.

 

6 – Atenção para o target

Não adianta investir na produção de um vídeo e não acertar no target. Todo video tem o seu público e faz parte do trabalho descobrir quem é esse público e como chegar nele.

 

7 – Filmar na vertical

Por último, mas não menos importante, a dica mais atual de todas: apostar em vídeos na vertical. É inegável que cada vez mais pessoas assistem vídeos com o celular na vertical, sem se dar ao trabalho de virar o celular. Logo, ao invés de lutar contra o seu público, adapte-se a ele. Que tal fazer um teste com um vídeo na vertical para ver a diferença nas taxas de engajamento?

Que ideias podemos tirar ao comparar 100 milhões de vídeos? Confira aqui.

Faça esses testes e depois conta pra gente os resultados!

Compartilhe: