Quando é hora de investir numa assessoria de imprensa?

Quando é hora de investir numa assessoria de imprensa?

Quando é hora de investir numa assessoria de imprensa?

Apesar de ser um fator imprescindível para gerar confiança em seu público-alvo, a expertise na área de atuação de sua empresa não garante que sua marca será, de fato, reconhecida pela mídia. Isso porque, infelizmente, o conhecimento de uma área específica não significa que a comunicação com seus receptores será efetiva e bem estruturada. Calma! Temos a solução perfeita para o problema: investir numa assessoria de imprensa.

Atualmente, segundo um levantamento da Nielsen, cerca de 60% de todo o conteúdo publicado nos veículos de comunicação é originado em assessorias de imprensa. Esse valor mostra a importância de investir na divulgação adequada de seu conteúdo. Por melhor que ele já seja, é preciso que chegue até os melhores destinos de forma eficiente – e rápida!

Quando é hora de investir numa assessoria de imprensa?

  1. Quando você precisa de segurança e profissionalismo em sua relação com a mídia.

Uma assessoria de imprensa é responsável por fazer a intermediação entre sua empresa e a mídia – ou seja, ela é responsável por inserir sua marca na imprensa por meio de notícias qualificadas e produção de conteúdo original, útil e atrativo para os leitores.

O grande segredo, aqui, é que isso deve ser feito com um caráter muito mais informativo do que institucional. Uma assessoria de imprensa conseguirá incluir sua marca em meio a uma notícia de utilidade pública, que, se emplacada em veículos de comunicação, atingirá em cheio quem mais precisa de seus serviços ou produtos, sem que isso seja caracterizado como propaganda.

São várias as ferramentas que a assessoria utiliza para essa finalidade. Entre as principais, estão o press release (incluindo sua adaptação para diferentes mídias), o levantamento de veículos compatíveis com o assunto de seu conteúdo, o contato eficiente com jornalistas de redação, entre outras.

  1. Quando você quer alcançar a parcela do público com mais probabilidade de se tornar sua clientela fiel.

Tanto nas redes sociais quanto em blogs, o melhor caminho a traçar é afunilar seu público-alvo a ponto de chegar o mais próximo possível da sua buyer persona. A justificativa é simples: se o seu conteúdo for realmente relevante para um nicho específico, maior é a probabilidade de que ele não só se interesse pelas informações que você ofereceu, mas também gere confiança na sua marca, e, futuramente, venha a se tornar um consumidor fiel de seus serviços ou produtos.

Para acelerar esse processo, uma assessoria de imprensa produzirá um conteúdo criativo, original, bem estruturado e interessante para quem mais deseja. Além disso, numa estratégia para um blog corporativo, por exemplo, o uso inteligente de técnicas de SEO – otimização do seu conteúdo para melhor posicionamento em sites de busca – faz com que seu blog tenha acessos nos momentos mais úteis para os usuários: quando eles querem resolver um problema. Uma boa assessoria, sabendo que, segundo a ItonPaper, 81% da origem do tráfego de conteúdo na web provém de buscas, adaptará seu material da melhor forma para que ele seja qualitativamente acessado.

  1. Quando você quer que seus resultados sejam analisados detalhadamente.

Os resultados de uma assessoria de imprensa, geralmente, são mensurados mês a mês por meio de um relatório de clipping – ou seja, a análise de como está a imagem da sua empresa na mídia. Além disso, são realizados relatórios de atividade e resultados que sua empresa apresentou no período.

Ainda que as estratégias de análise de resultados variem de acordo com os objetivos de cada empresa, os métodos mais comuns utilizados pelas assessorias são:

  • Avaliação da quantidade e da qualidade dos veículos de informação que aprovaram a pauta e publicaram matérias – ou que entraram em contato com a empresa para entrevistas;
  • Análise de métricas. Em redes sociais, é possível avaliar a evolução de curtidas, seguidores, engajamento, entre outros; em blogs e websites, é possível observar a evolução dos acessos, o tempo em que o usuário fica em cada página, as características de quem acessa seu conteúdo (gênero, idade, localização…);
  • Centimetragem das matérias publicadas. Essa prática é um tipo de cálculo realizado pelas assessorias de imprensa que estima quanto seria gasto, pela empresa, se uma mídia que foi emplacada espontaneamente tivesse entrado como anúncio pago em determinado veículo de comunicação.

A junção de todas as ferramentas anteriores – levando em consideração, também, o conhecimento qualificado de como funciona a imprensa – faz da assessoria de imprensa uma decisão importante para quem deseja ter a conversão de leads, um bom retorno lucrativo e o reconhecimento de marca como prioridades no seu negócio. Avalie esse investimento!

Leia mais sobre marketing digital para empreendedores.