Blog

INCA participa de iniciativa para promover equidade de gênero na ciência

12/01/2022 || Compartilhe:

Projeto tem parceria com universidades brasileira e britânica

O Instituto Nacional de Câncer (INCA), do Ministério da Saúde, foi selecionado para fazer parte de um grupo internacional que tem o objetivo de estimular a igualdade de gênero nas instituições de ciência, tecnologia, ensino superior e pesquisa. Em parceria com as universidades de São Paulo e de Birmingham, na Inglaterra, o Instituto vai desenvolver, ao longo de 2022, políticas e práticas para aumentar a atuação das mulheres nesses espaços. A iniciativa Mulheres na Ciência foi fundada pelo British Council, que desenvolveu o projeto Promovendo e fortalecendo a igualdade de gênero no ensino superior: uma perspectiva Reino Unido-Brasil.

De 15 trabalhos qualificados para o edital do British Council, seis foram escolhidos para receber o financiamento da organização Mulheres na Ciência: Chamada de Parcerias pela Igualdade de Gênero do Reino Unido-Brasil. Um deles foi o do INCA, sob a responsabilidade das pesquisadoras Mariana Boroni, Mariana Emerenciano e Patricia Possik.

“Em 2020, começamos a fazer o mapeamento dos nossos profissionais, pesquisadores e alunos por gênero, status socioeconômico, origem étnica, necessidades especiais e regionalidade geográfica. Também estamos observando como é a distribuição de gênero entre nossas lideranças, o que também é fundamental para o projeto”, explica a pesquisadora Mariana Boroni.

Entre as ideias dos estudantes, pesquisadores e profissionais envolvidos no trabalho, está a rede conjunta ‘Mulheres na Ciência’, que vai proporcionar encontros para discussão do tema. Além disso, serão criados novos recursos digitais e materiais de treinamento personalizados para ajudar no desenvolvimento profissional contínuo. Outro objetivo durante a execução do programa é compartilhar as descobertas com comunidades científicas e de relações internacionais, por meio de conferências, publicações conjuntas e mídias sociais.

“É muito importante termos o reconhecimento da relevância e qualidade dos nossos projetos e equipes. Esse tipo de apoio é fundamental para implementarmos ações que diminuam a desigualdade de gênero na área acadêmica e científica em nosso país”, ressalta o coordenador de pesquisa do INCA, Luiz Felipe Ribeiro Pinto.

A reitoria de Projetos Estratégicos da Universidade de Birmingham afirmou estar muito satisfeita por trabalhar com a USP e o INCA. No entanto, destacou que é importante disseminar a ação pelo país. O propósito é que as três instituições trabalhem com mais parceiros em todo o Brasil a fim de expandir o projeto para pesquisas e colaborações mais amplas sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU em relação à igualdade de gênero.

Contato

Assessoria de Imprensa
Telefones: (21) 3207-1400/3207-1646/3207-1724 e (41) 98885-6170

E-mail: relacionamento@inca.gov.br

Site: https://www.inca.gov.br/