Blog

Media training: como preparar o porta-voz da empresa

16/08/2021 || Compartilhe:

Sem dúvida, ter uma boa relação com a imprensa é essencial para qualquer empresa. Por isso, investir num bom media training torna-se fundamental. 

O media training vai preparar o porta-voz da empresa para que ele consiga se comunicar com a mídia. Além disso, o treinamento melhora sua relação com a imprensa e, em caso de crises, pode ajudar a construir uma imagem positiva para a empresa.

Se você tem interesse em se comunicar melhor com seu público e com a mídia, vamos pontuar abaixo as principais recomendações refinadas de anos de treinamentos realizados pela Apex com diferentes tipos de empresas.

O que é media training?

Em suma, media training é o treinamento de mídia feito em empresas com o intuito de melhorar a maneira como esta se comunica.

Trata-se de um processo em que o porta-voz da empresa (pode haver mais de um) aprende técnicas de comunicação, postura, oratória, entre outros. 

Essas habilidades são desenvolvidas para que o porta-voz consiga ser o rosto da empresa durante entrevistas, comunicados, avisos e também na gestão de crises.

O objetivo é que o profissional consiga se manifestar de forma clara e sucinta, sem oscilações e mantendo um discurso alinhado com as ideias da empresa.

 

Como fazer um bom media training?

Uma vez que você decidir ter um porta-voz para a empresa, o ideal é procurar por assessorias de imprensa ou então agências de relações públicas. Estes são os nichos mais capacitados para treinar o comunicador do negócio.

Além disso, vale lembrar que, dependendo do tamanho da empresa e dos setores de atuação, será necessário ter mais de um porta-voz com media training.

Veja o que é essencial para fazer um bom media training:

Treinamento teórico e prático

Depois que você contratar uma empresa para desenvolver o media training, o processo se dará em duas frentes.

Em primeiro lugar, há um treinamento teórico, que ensina aos porta vozes técnicas de oratória, comunicação, controle emocional, entre outros.

Além disso, essa etapa ajuda a entender como funciona o meio jornalístico e sua essência. Bem como ensina qual é o papel do jornalista.

Esse preparo ajuda na etapa prática do treinamento. Nesta, o porta-voz deve desenvolver habilidade de comunicação em várias situações como entrevistas feitas por jornalistas, escrita e reprodução oral de discursos, por exemplo. Com a pandemia, acelerou-se o processo de entrevistas por meios digitais, prática que ressaltou a necessidade dos treinamentos de imprensa.

Profissionais capacitados

Como não é só de treino que se faz um bom porta-voz, é preciso que o profissional escolhido consiga se comunicar e passar a mensagem da empresa. Por isso, o ideal é que funcionários do alto escalão da empresa sejam também os encarregados de se comunicar com a imprensa.

Além disso, o porta-voz precisa ter controle emocional diante das diversas situações em que pode ter a presença solicitada. E isso pode ser simulado em um treinamento.

 

 

Imagem da empresa

Outro fator decisivo para um bom media training é que a empresa tenha um posicionamento claro acerca de sua visão e ideais. 

Isso faz com que o porta-voz consiga se comunicar melhor com a imprensa. Afinal, ele sabe exatamente como precisa se portar, pois a empresa lhe dá esse respaldo.

Ademais, ter essa visão definida ajuda em momentos de crise em que as soluções devem aparecer de forma rápida e o porta-voz terá muita demanda.

Construção de um discurso de valor 

Por fim, para fazer o media training, a empresa deve focar  na construção de um discurso coerente e alinhado com sua visão.

Seja em entrevistas gravadas, seja em coletivas ao vivo ou ainda num comunicado, o porta-voz deve estar preparado para responder a todas as questões.

Além disso, ele deve conseguir manter uma linha de raciocínio que faça sentido. Por isso, nem sempre só a oratória é suficiente para ter um bom comunicador.

Ele também precisa conseguir dominar o ambiente e passar a mensagem chave da empresa para que não fiquem pontas soltas na fala. Uma ferramenta preciosa para momentos críticos é ter uma lista de perguntas e respostas já treinadas e mentalizadas pelo porta-voz.

Dessa forma, investir em uma boa assessoria de imprensa para instruir os comunicadores da empresa se faz muito necessária e é um detalhe que não pode passar despercebido.

Acesse agora o case completo produzido pela Apex com muitos resultados, clique aqui.